segunda-feira, 3 de agosto de 2015

MILITARES FAZEM CARREATA E DECIDEM RETOMAR ACAMPAMENTO NA GOVERNADORIA A PARTIR DO DIA 5

Na tarde desta quarta-feira, 30, os policiais e bombeiros militares foram às ruas de Natal em carreata, com um buzinaço até a Governadoria do Estado, como forma de reivindicar o cumprimento de três demandas previstas em lei, mas ainda não colocadas em prática pelo governo: o devido enquadramento dos níveis remuneratórios, a remuneração de acordo com o posto/graduação e a promoção ex officio – concedida quando o praça permanece por tempo dobrado na função em virtude da ausência de vagas.


A concentração saiu da sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte, na Avenida Presidente Bandeira, após Assembleia Geral onde os militares decidiram retomar o acampamento em frente à Governadoria na próxima quarta-feira, 05, a partir das 8h.


Para o presidente da APRAM, Soldado Tony, a categoria está cansada de dialogar, aguardar, sem nenhuma resposta efetiva quanto ao atendimentos dos pleitos. "A categoria deu voto de confiança a esse governo e agora espera ações efetivas para demandas urgentes. Retomaremos a mobilização para conquistar os nossos direitos. Não estamos pedindo nada demais, apenas que a lei seja cumprida”, afirmou.


Ao fim da carreata, os presidentes das entidades representativas dos praças entregaram simbolicamente a pauta de reivindicações na Governadoria, onde participaram de reunião na manhã nesta quarta-feira (30) com a com a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, que prometeu marcar um encontro com o governador Robinson Faria.



Postado por Associação de Praças de Mosssoró e Região

Homem cai da parede da barragem de Santa Cruz, sofre várias fraturas e fica em estado grave


No início da tarde deste Domingo dia 02/08, um homem identificado como José Pedro da Silva, de 46 anos de idade, natural de Apodi e morador da Baixa do CAIC, sofreu uma fratura exposta na perna direita, após se desequilibrar e cair da parede da barragem de Santa Cruz.
Segundo informações, a vítima teria escalado toda a parede, chegando até o sangrador da barragem, e no momento da descida, quando já se aproximava do chão, o mesmo desequilibrou-se, caindo de uma altura de aproximadamente 10 metros.
A vítima foi socorrida por populares ao hospital de Apodi, e em seguida transferido para o Tarcísio Maia em Mossoró. Seu estado de saúde inspira cuidados.

Do Blog Robson Pires: PRF cometeu abuso de autoridade contra deputado em Caicó


Para dizer o mínimo, o deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) foi vítima de um ato arbitrário de Policiais Rodoviários Federais, no sábado (01), durante blitz na BR 427. E não só pela condição de parlamentar, mas de cidadão que foi alvo de uma abordagem violenta.

Ao tentar dialogar com os agentes da PRF ele confessa que acabou se excedendo, mas foi jogado ao chão e imobilizado por cinco homens. Ao saber que se tratava de um deputado, segundo o próprio Carlos Augusto, a equipe quis retroceder da ação e “deixar pra lá”. O parlamentar, ao contrário, fez questão de levar o caso à delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Em tempo: O deputado ocupava um veículo de sua propriedade, mas não era o condutor. O motorista não havia ingerido bebida alcoólica.

Pau dos Ferros/RN: RP prende homem após aplicar golpe de faca contra companheira


Na noite desta sexta-feira (31), a RP do 7º BPM, composta pelos PM’s Adeilson e Franciélio, comandados pelo sargento Rezende, prenderam um homem após agredir sua companheira, ambos de 37 anos de idade.


De acordo com informações o fato ocorreu por volta das 22h:10, no interior da residência do casal, localizada no Bairro Manoel Deodato, em Pau dos Ferros/RN, após uma discussão entre eles, o homem de posse de uma faca-peixeira aplicou um golpe na região do terço inferior da perna direita.
A mulher foi socorrida para o HRCCA e o acusado foi apresentado a 4ª DRPC onde responderá as penas da Lei Maria da Penha.

VOLTAREMOS A ATUALIZAR O BLOG DEPOIS DE TIRAR UMA FOLGUINHA, CURTINDO O LITORAL LESTE CEARENSE.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

PM’s CEDIDOS: TJRN e MP querem continuar com 106 PM’s com custo para o Executivo

Por Tribuna do Norte

Dos 229 policiais militares cedidos pelo Estado à Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Tribunal de Contas, apenas 16 foram devolvidos e se apresentaram ao Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Conforme a TRIBUNA DO NORTE apurou, os quatro órgãos pretendem ficar com 137 policiais do contingente cedido, mas somente dois — o TCE e a Assembleia Legislativa — se comprometeram a assumir os custos com a manutenção dos PMs. O Tribunal de Justiça e o Ministério Público comunicaram que não arcarão com os gastos para manter o efetivo remanescente (106 PMs), contrariando a determinação do Governo do Estado.

O período de 30 dias para que todos os PMs se apresentassem expirou no último sábado (25). O prazo foi dado pelo governador Robinson Faria por meio do decreto nº 25.303, de 25 de junho, que determinou a devolução dos cedidos ou a absorção dos custos por parte dos cessionários. Segundo informação obtida ontem, a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Cunha, ainda está analisando as propostas dos Poderes para emitir um parecer. É provável que a situação dos PMs cedidos seja definida nesta semana ou até o início da próxima.

Ainda no dia 10 deste mês, o presidente do TJRN, desembargador Claudio Santos, enviou ofício ao governador anunciando a devolução de 50 dos 122 policiais atualmente cedidos à corte potiguar. No documento, ele afirmou que os 72 militares que permanecerão na corte são necessários para a manutenção da “tranquilidade e incolumidade de magistrados, servidores, promotores, advogados, defensores públicos e da população que frequentam os fóruns espalhados em todo o Estado”.

Claudio Santos ressaltou que os policiais remanescentes não vão atuar em serviço administrativo e que o Judiciário potiguar já reduziu o número de cedidos, que em 2009 chegou a 192 militares. O presidente do TJRN também afirmou que iria pleitear a continuidade do pagamento dos cedidos por parte do Governo do Estado. “Com base no argumento sobre a natureza dos trabalho prestados pelos PMs ao judiciário — segurança pública e não-patrimonial — o TJRN também deverá pleitear que os salários deles continuem a ser pagos pelo Executivo”, afirmou o presidente.

Dos 46 policiais militares cedidos ao Ministério Público do Estado, 12 foram devolvidos. Inclusive, já se apresentaram ao Comando da Polícia Militar do RN. Assim como o TJ, porém, o MP se nega a assumir os custos com os 34 PMs remanescentes. O procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis, entende que os policiais continuam desempenhando atividades de segurança pública, que são de competência do Executivo Estadual.

Em matéria publicada pela TN no dia 11 de julho, Rinaldo declarou que a Procuradoria Geral de Justiça já havia entrado em acordo com o governador. “Estamos, na verdade, com a utilização desses policiais numa parceria direta com os órgãos de segurança pública do Estado. Não se trata de utilização em desvio de função”, afirmou o procurador, na ocasião.

O Tribunal de Contas do Estado devolveu quatro dos 17 policiais que lhe estão cedidos e pretende ficar com 13, mas arcando com os custos. Os quatro devolvidos já se apresentaram ao Comando da PM. Com os 12 do MP, são 16 no total, por enquanto.

Dos 44 cedidos atualmente à Assembleia Legislativa, 26 foram devolvidos à corporação e devem estar se apresentando nos próximos dias. O coronel Francisco Araújo, responsável pela segurança da Casa, informou que a manutenção dos 18 remanescentes será custeada pela AL, conforme determina o decreto do governador Robinson Faria.

Em vídeo, pastor entrega bispo: “Cheirou muito pó comigo”


O bispo Rogério Formigoni, da Igreja Universal, protagonizou, ao lado de um pastor amigo de longa data, uma cena que viralizou na web nesta terça-feira. Ao ser chamado ao microfone pelo bispo durante um culto em São Paulo, o pastor conhecido como Luciano Farinha revelou, sem poupar detalhes, o que os dois faziam antes de assumirem seus cargos na igreja. “Usou muita droga comigo… Você, hoje bispo, Rogério Formigão”, começou o pastor. “Cheirou muito pó, fumou pedra, maconha, chá de cogumelo, lança… farra nos motéis do meu tio”, declarou o pastor durante o culto.

Confira no vídeo abaixo:




Fonte; Robson Pires